Rio celebra 15 anos de uma das maratonas mais tradicionais da cidade

A cidade do Rio de Janeiro alia a beleza da cidade à prática de exercícios físicos, e no dia 18 de junho de 2017 reunirá cerca de 33 mil corredores. Eles devem percorrer os 42 quilômetros entre o Pontal, na Zona Oeste do Rio, até o Aterro do Flamengo, na zona Sul, na 15ª edição da Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro. Os corredores que não fazem a distância tradicional largam da praia do Pepê, também na barra da Tijuca.

 

As inscrições se encerraram 10 meses antes da realização da corrida devido à grande procura. A única opção disponível, agora, é a Family Run, uma prova de seis quilômetros de percurso no Aterro do Flamengo. Corredores de todas as idades podem participar: é comum a presença de idosos que treinam já no Aterro e mães corredoras com seus carrinhos de bebês adaptados para a atividade.

 

A estimativa da organização é de que o evento movimente mais de R$ 200 milhões na economia da cidade e envolva aproximadamente 4 mil pessoas na organização, entre a equipe de apoio, órgãos públicos e profissionais de saúde. Carlos Sampaio, um dos sócios da empresa organizadoras da corrida, lembra que a prova é um dos maiores eventos da cidade do Rio de Janeiro. “Sabemos que a Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro é mais do que uma grande corrida de rua. Vamos além do esporte: falamos de saúde, qualidade de vida, superação, criamos o cenário e possibilitamos que muitas histórias emocionantes aconteçam”, diz, ressaltando a relevância econômica da competição, que segundo ele se alinha a eventos como o carnaval e o réveillon. “Impactamos de forma significativa o turismo e o comércio da cidade, atingindo positivamente também a vida dos cariocas. Acreditamos no potencial transformador e no impacto positivo que o evento traz para a cidade e para os corredores”, declara.

 

Atletas de mais de 60 países já participaram das edições anteriores. Na última edição, a ganhadora feminina foi a queniana Priscila Lorchima, com o tempo de 02:41:23. O vencedor da prova masculina também veio do Quênia: Elijah Kipkemei Kemboi que correu em 02:17:05.

 

*Com supervisão de Patrícia Serrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *