Integrantes de ministérios serão treinados para combater o Aedes aegypti

dengue

Cerca de 120 mil funcionários dos Correios vão conscientizar a população no combate ao mosquito Aedes aegyptiArquivo Agência Brasil

O governo federal vai treinar funcionários dos órgãos públicos para identificar criadouros e aplicar medidas de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da dengue, chikungunya e Zika. Cinco representantes de cada ministério participam, a partir de amanhã (2), de reuniões em que receberão instruções para a eliminação do inseto.

A intenção é fazer com que as ações contra o mosquito sejam permanentes e ocorram de forma coordenada pelos órgãos. Segundo o ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, os cerca de 120 mil funcionários dos Correios também vão participar da tarefa de conscientizar a população, pois “acabam estabelecendo uma relação com o morador”. Segundo ele, a única forma de lutar contra o mosquito é perceber que o assunto é “tarefa de todos” e não passa só pelo serviço público.

“Você pode ter, por exemplo, os Correios, que vão bater de porta em porta [perguntando:] ‘Você já fez sua limpeza, sua verificação hoje?’ No fundo, é transformar cada um em um soldado no combate ao mosquito. Nós só vamos ter uma diminuição da contaminação se a gente diminuir a infestação do mosquito”, disse.

O ministro conversou com jornalistas após participar de reunião da presidenta Dilma com vários ministros e presidentes de empresas estatais e de bancos para discutir o assunto. Durante o encontro, Dilma fez um “toque de alerta”, nas palavras de Jaques Wagner, para que todos os integrantes do governo estejam envolvidos todos os dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *